Levei uma cantada no trabalho, o que faço?

Na semana passada, a presidente executiva do Yahoo levou uma cantada em plena reunião, e aí na hora me inspirei para escrever este post. Afinal, como sair de uma cantada com elegância? Qual é o limite entre a cantada e o assédio sexual no trabalho?

Vamos tentar diferenciar uma atitude de outra.  A cantada não passa de uma investida que costuma ter a conquista como objetivo, o assédio é um crime, previsto apenas desde 2001 no Código Penal brasileiro. Segundo a Organização Internacional do Trabalho, o assédio é um comportamento que constrange e hostiliza a vítima, normalmente uma mulher, que se torna alvo de insinuações e contatos físicos inapropriados em troca de favorecimento no trabalho, na escola ou na universidade. Na prática, piadinhas, comentários eróticos e chantagens do tipo “se você fizer isso, terá algo em troca”, como uma promoção, por exemplo, são os exemplos mais comuns. Dados da Organização Internacional do Trabalho mostram que 52% das mulheres do Brasil já sofreram assédio sexual. Conforme art. 216-A do Código Penal o delito de assédio sexual é assim descrito: “Constranger alguém com o intuito de obter vantagem ou favorecimento sexual, prevalecendo-se o agente da sua condição de superior hierárquico ou ascendência inerentes ao exercício de emprego, cargo ou função.”

10-tips-for-dealing-with-workplace-harassment

Paquerar é uma realidade muito frequente, principalmente nas universidades, escolas e ambientes de trabalho, pois são lugares onde as pessoas convivem um grande número de horas. Por isso, esses ambientes são os mais facilitadores para a sedução. Se for inevitável, desenvolva uma postura adequada, principalmente no ambiente de trabalho, onde se corre o risco de uma cantada se transformar em assédio sexual.

A cantada é uma simples insinuação de interesse pelo sexo oposto, que pode vir em forma de elogio ou mesmo um convite. Normalmente a cantada não incomoda e pode até elevar a autoestima, se não causar este efeito pode estar virando assédio. O assédio se caracteriza também por insistência no assunto e ameaças.

No acaso do assédio, você deve seguir as orientações do RH de sua empresa, mas para se livrar de uma cantada basta ter jogo de cintura.

Uma forma é ignorar e fingir que não é com você, o que fez a presidente do Yahoo. Se for um elogio, você pode simplesmente agradecer e continuar a tratar o assunto que estava focada. Caso seja um convite, agradeça e decline. A verdade é que quanto menos importância você der ao assunto mais fácil de livrar da cantada. Evite revidar com agressividade, não se sinta insultada e saia com elegância desta saia justa.

Compartilhe
Compartilhe