Escolhendo o perfume certo para trabalhar.

Você já cumprimentou alguém e ficou com dor de cabeça na hora? Com certeza esta pessoa errou a essência e a quantidade de perfume. Perfume é muito pessoal assim como o olfato e o paladar, muda de pessoa para pessoa. Mas como estamos falando de trabalho, devemos escolher aromas que tenham aprovação da maioria, caso contrário está reprovado.

Cara-Delevingne-pour-Burberry-Body-Tender_portrait_w674-e1363217547249

Vale lembrar também que a quantidade de perfume faz toda a diferença, uma pessoa que exagera e empesteia o ambiente é como entrar na casa dos outros sem pedir licença. Não exagere a mão. Falando nisso, se você é homem e costuma passar a loção pós-barba com as mãos e depois cumprimenta as pessoas, lembre-se que poderá deixar nas mãos delas o cheiro do seu perfume. Elas podem não gostar do mesmo aroma que você ou podem ser alérgicas a “cheiros”.

Os perfumes se diferenciam pelas fragrâncias e pela intensidade. Ou seja, concentração do extrato utilizado.

• Eau de parfum: Tem uma concentração maior de óleos essenciais, 70% do aroma se perde após algumas horas e aproximadamente 30% permanece por todo dia. É um perfume mais forte e concentrado e costuma durar na pele de seis a oito horas.

• Eau de toilette: concentração menor de óleos, de 1 a 3% de óleos de fragrância, 80% dos óleos evaporam em apenas 3 horas. A fragrância foi pensada para ser usada como água de banho e ser aplicada no corpo todo.

• Eau de Cologne: Tem pouco tempo de duração. A colônia permanece na pele por apenas duas horas e deve ser usada com um spray.

As melhores opções para o trabalho são o Eau de toilette ou Eau de Cologne porque são menos concentrados. As melhores fragrâncias são as menos enjoativas como as amadeiradas, cítricas, frutal, frescas e alguns florais. Evite os perfumes muito doces.

Cuidado com a guerra dos cheiros, se optar por usar perfume, o desodorante e cremes devem ser inodoros.

Na escolha de seu perfume para trabalhar, lembre-se: evite qualquer aroma forte, evite perfume em excesso, uma ou duas borrifadas é o suficiente.

Compartilhe
Compartilhe